Não possui cadastro? cadastre-se

Entidades se mobilizam pela reforma da Previdência

Integrantes do movimento Reformar para Mudar preparam ações em defesa da aprovação da PEC 287

 

24/08/2017

 

As entidades empresariais que integram o movimento Reformar para Mudar estiveram reunidas na quinta-feira, 17/8, para discutir as próximas iniciativas do grupo em defesa de um Brasil melhor. O próximo passo é a mobilização em torno da chegada da PEC 287 (Proposta de Emenda Constitucional), que trata da Reforma da Previdência, ao plenário da Câmara dos Deputados, prevista para setembro. A defesa da reforma previdenciária, conforme acordado, deverá ser tão ou mais intensa do que as ações promovidas a favor da Terceirização e da Reforma Trabalhista.

 

Realizado na Apeop, o encontro foi aberto pelo vice-presidente adjunto da entidade, Carlos Zveibil Neto (representando o presidente Luciano Amadio) e teve os debates coordenados pelo presidente do Secovi-SP, Flavio Amary. A mesa foi composta também por Carlos Eduardo L. Jorge, presidente da COP/CBIC (Comissão de Obras Públicas da Câmara Brasileira da Indústria da Construção) e diretor-executivo da Apeop; José Romeu Ferraz, presidente do SindusCon-SP, e Basílio Jafet, vice-presidente de Relações Institucionais do Secovi-SP.

 

Dentre as iniciativas apresentadas, está o debate político e técnico, em eventos realizados pelas entidades, da mais importante reforma para o País. Também serão encaminhados, aos deputados federais de todos os Estados, manifesto em defesa da proposta e solicitação de aprovação da PEC. As ações incluem ainda campanha em aeroportos das capitais e de Brasília, além da presença de expressiva representação empresarial nas duas casas do Congresso, com o objetivo de dialogar com lideranças partidárias, deputados e senadores.

 

Os dirigentes presentes à reunião consideram a reforma da Previdência resposta indispensável e premente aos efeitos econômicos e sociais da dramática crise fiscal do Brasil. Defendem, ainda, o fim dos privilégios no serviço público, bem como a diminuição do ineficiente e custoso gigantismo estatal.

 

Participaram do encontro representantes das seguintes entidades: Apeop (Associação Paulista de Empresários de Obras Públicas), Aabic (Associação das Administradoras de Bens Imóveis e Condomínios de São Paulo), Abecip (Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança), Abrainc (Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias), Abrasce (Associação Brasileira de Shopping Centers), ACSP (Associação Comercial de São Paulo), ADIT Brasil (Associação para o Desenvolvimento Imobiliário e Turístico do Brasil), ADVB (Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil), Aelo (Associação das Empresas de Loteamento e Desenvolvimento Urbano), AsBea (Associação Brasileira dos Escritórios de Arquitetura), Brasinfra (Associação Brasileira dos Sindicatos e Associações de Classe de Infraestrutura), CBIC (Câmara Brasileira da Indústria da Construção), Cofeci (Conselho Federal dos Corretores de Imóveis), Deconcic/Fiesp (Departamento de Indústria da Construção da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo), Fiabci-Brasil (Federação Internacional Imobiliária),  IE (Instituto de Engenharia), Secovi-SP (Sindicato das Empresas de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis Residenciais e Comerciais de São Paulo), Sinaenco (Sindicato Nacional das Empresas de Arquitetura e Engenharia Consultiva), SindusCon-SP (Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo), Sinicesp(Sindicato da Indústria da Construção Pesada do Estado de São Paulo), Sobratema (Associação Brasileira de Tecnologia para Construção e Mineração).

 

 

 

 

 

Fonte: Secovi-SP

Patrocinadores
Daikin Promaflex ConstruOffice Sistema Navis

Saiba mais
Manuais de Escopo
 
® Secovi 2017 - Todos os direitos reservados Site desenvolvido por Sistema Navis